Categoria: Philokalia

  • Antonius

    PHILOKALIA — SANTO ANTÃO Segundo Jacques Lacarrière (Les hommes ivres de Dieu), por ter ensinado ou revelado aos homens os poderes da ascese e da solidão, Santo Antão sofreu portanto a regra comum dos pioneiros da aventura humana: certos historiadores do século XIX — alemães em grande parte — viram nele, em sua vida e…

  • Antonius Conduta Virtuosa

    SANTO ANTÃO — EXCERTOS DA PHILOKALIA Exortações sobre o comportamento dos homens e a conduta virtuosa 1. É abusivo dizer que os homens são dotados de razão. Não são razoáveis aqueles que se deixam ensinar pelas palavras e os livros dos antigos sábios. Mas são razoáveis aqueles cuja alma é dotada de razão e que…

  • Antonius Conduta Virtuosa 11-20

    SANTO ANTÃO — EXORTAÇÕES SOBRE O COMPORTAMENTO DOS HOMENS E A CONDUTA VIRTUOSA 11. Deve-se chamar criador dos homens aquele que pode abastecer as naturezas incultas ao ponto de lhes fazer amar a instrução e a cultura. Da mesma maneira, aqueles que transformam os desviados em lhes inspirando uma conduta virtuosa que agrada a Deus,…

  • Antonius Conduta Virtuosa 21-30

    SANTO ANTÃO — EXORTAÇÕES SOBRE O COMPORTAMENTO DOS HOMENS E A CONDUTA VIRTUOSA 21. Reflete em ti mesmo, e reconhece que os magistrados e as autoridades têm poder sobre os corpos somente, não sobre a alma. Guarda sempre em ti esta convicção. Se eles comandam uma morte, ou um absurdo, ou uma injustiça que dana…

  • Antonius Conduta Virtuosa 31-40

    SANTO ANTÃO — EXORTAÇÕES SOBRE O COMPORTAMENTO DOS HOMENS E A CONDUTA VIRTUOSA 31. Que nas conversações seja banida toda dureza. Pois a modéstia e a reserva sabem ornamentar o homem dotado de razão, mais ainda que as virgens. A inteligência amada de Deus é a luz que ilumina a alma, como o sol ilumina…

  • Antonius Conduta Virtuosa 41-50

    SANTO ANTÃO — EXORTAÇÕES SOBRE O COMPORTAMENTO DOS HOMENS E A CONDUTA VIRTUOSA 41. Não convém aos menos dotados dos homens, àqueles que desesperam deles mesmos, de tratar pela negligência e o desprezo a conduta virtuosa amada de Deus, sob o pretexto que ela lhes seria inacessível e fora do alcance. Ao contrário, devem exercer…

  • Doroteo de Gaza Consciência

    Doroteo de Gaza — Conferências Excertos do site “CONOCEREIS DE VERDAD” III CONFERENCIA — LA CONCIENCIA 40. Cuando Dios creó al hombre, puso en él un germen divino, una especie de facultad más viva y luminosa que una chispa, para iluminar el alma y permitirle discernir entre el bien y el mal. Es lo que…

  • Elias Ekdikos 211-220

    Elias Ekdikos — FLORILÉGIO 220. Ao que é torturado por uma paixão de ambição ou de grandeza, é impossível orar puramente. Pois, os apegos e os pensamentos (logismos) vãos que isso comporta trançam, ao seu redor, laços que retêm quem quisesse alçar voo no momento da oração (euche). Como o pássaro prisioneiro.

  • Elias Ekdikos Anthologion 71-80

    Elias Ekdikos — FLORILÉGIO 73. A disposição apaixonada da alma (psyche) é destruída pelo jejum e pela oração (euche); a complacência apaixonada, pela vigília e pelo silêncio; o pendor apaixonado, pela tranqüilidade (hesychia) e pela atenção (epimeleia). A apatheia consiste na lembrança de Deus (mneme Theou. 78. A faculdade racional (logistikon) situa-se no limite entre…

  • Filoteu Sinaita Nepsis 11-20

    Filoteu o Sinaíta — QUARENTA CAPÍTULOS SOBRE SOBRIEDADE E VIGILÂNCIA 11. Aquele que, no Senhor, purifica seu coração, arranca o pecado até à raiz, se esforça por alcançar a um mais alto conhecimento de Deus e vê na inteligência o que é invisível à maioria, este não deve no entanto se glorificar de nada. Pois…